30 de dezembro de 2012

Série - Hex

Hey amiguinhos! Essa será o primeiro post analisando uma série daqui do blog, rs. Eu não devo fazer isso frequentemente porque as séries que assisto normalmente quase todo mundo assiste, então fica algo meio sem sentido, haha. Espero que gostem! :)


Depois que tive acesso ao netflix a minha vida mudou, hauehauehauhe’ não paro de ver filmes e experimentar séries, a maioria eu paro no primeiro ou segundo episódio, mas algumas me pegam e uma delas foi a série Hex. A série foi cancelada na sua segunda temporada, e como é de praxe das séries inglesas, as temporadas são bem curtas.

A primeira temporada, sobre a qual venho falar pra vocês hoje, contou com apenas seis episódios *cry*. Mas foram seis episódios que me conquistaram totalmente, vi de uma vez quatro e no dia seguinte os outros dois. Essa época de hiatus das séries que acompanho sempre me faz conhecer algumas novas séries e quando todo mundo volta, eu me ferro, haha. Mas superemos e vamos a série.... 

23 de dezembro de 2012

Resenha - Zumbis x Unicórnios


A resenha de hoje é do livro Zumbis x Unicórnios da Galera Record. Esse livro foi organizado por duas autoras maravilhosas: Holly Black, liderando o time Unicórnio e Justine Larbalestier, com o time Zumbi. Os elogios para o livro já começam com a capa. Você passa por ela e não tem como não dar uma olhada a mais... Toda colorida e linda, e quando para pra ver os detalhes: Um massacre entre Unicórnios e Zumbis, rá. O livro foi dividido entre 12 contos, cada um por um autor que amamos (ou quase, alguns eu não conhecia nada que tinha escrito rs). É um livro e tanto... Os autores foram: Time Unicórnio: Kathleen Duey, Meg Cabot, Garth Nix, Margo Lanagan, Naomi Novik e Dana Peterfreund. Time Zumbi: Libba Bray, Alaya Dawn Johnson, Cassandra Clare, Maureen Johnson, Scott Westerfeld e Carrie Ryan.

Eu não sei bem como fazer essa resenha, nunca resenhei um livro de contos antes, haha... Pra começar, os contos são todos muuuito bem escritos, claro, com os autores chamados não poderia ser o contrário, mas claro que uns e outros me chamaram mais atenção e assim eu comecei a fazer um placar. Que terminou empatado. Sério gente, deu empate. Adorei 4 contos de zumbis e 4 de unicórnios, mas tenho que deixar clara a minha preferência pelo time Zumbi. Eu realmente curti os Unis e foram as histórias que mais me surpreenderam pela variedade de coisas que cada um inventou sobre quão maus e cruéis unicórnios podem ser, mas os zumbis... Foram muito mais divertidos. E reais.

O conto que abriu o placar foi o primeiro de Zumbis, pela Alaya, Love Will Tear Us Apart. É sobre um zumbi gay e ela narra como se o zumbi fosse você, leitor. Tipo “Então ele tem o cheiro da melhor refeição que você já comeu, mas você meio que quer comê-lo de outra forma”, deu pra sentir o estilo? Eu me diverti bastante com esse conto, ele mostra a deterioração da mente de alguém que vira zumbi, foi muito bom *-*. Em seguida o placar foi empatado com o Teste de Pureza, da Naomi, que é de unicórnios e simplesmente HILÁRIO. Imagine um unicórnio –muito reclamão- procurando uma teoricamente virgem (Sim, teoricamente, tem que ler pra entender) nos dias atuais, na cidade grande, com sei lá... gatos falantes, gigantes e coisas assim... Muito louco.

18 de dezembro de 2012

Lugares e livros que eu quero visitar

Olá, tudo bem? :)

Cada livro que lemos se passa em um lugar... As vezes esse lugar é indiferente na história, mas as vezes tem importância. As vezes ele é fictício e as vezes é real. E tem vezes, que o livro faz tanto sucesso, que o lugar se torna real para que os fãs possam ir e encontrar o que querem lá (Plataforma 9 3/4!). E lendo tantos livros, a minha lista de lugares reais, e que se tornaram reais, para visitar só aumenta mais. E esse é o tema do post de hoje (Jura?).

- Amsterdam (A Culpa é das Estrelas)
Quem leu o livro sabe como eles vão parar lá e por causa de que. Acho que até quem não leu deve saber por conta do mooonte de resenhas que saiu dele, mas de qualquer forma... Amsterdam, antes de ACEDE era só um lugar onde eu imaginava gente vendo fadinhas verdes (Eurotrip! Quem lembra?), mas depois de ler o livro, se tornou um lugar que pode ser doce, romântico e já é lindo demais... Então, mais um bom motivo para visitar. Estou tentando descobrir se o café que a Hazel e o Gus visitam é real... Alguém sabe? rs. O hotel também... Enfim, Amsterdam começou a ser um sonho pra mim agora, vamos ver agora pra frente. haha.



14 de dezembro de 2012

Mais mudanças!

Eu desesperada pelo blog. Só queria o cabelo!

Olá amorzinhos, tudo bem?
Esse será um daqueles posts de texto, de conversa, de muita falação da minha parte e mais uma decisão realmente importante na minha vida -do blog- sendo tomada.
Eu ia parar com o blog, estava me preparando psicologicamente pra isso, mas desisti da ideia por alguns motivos:

O blog mudou minha vida, de verdade. Pra muito melhor. Me ajudou em mil coisas e eu não podia simplesmente deixar pra lá por preguiça e desmotivação. Eu mudei muito por causa daqui, conheci pessoas incríveis por causa do blog... E putz, vamos deixar de ser hipócritas, eu ganho livros! Quem não ama ganhar livros?

Eu adoro falar de livros, independente de quais sejam... Eu virei referencia de livros. Cara, eu não posso deixar de falar deles! Eu sentiria uma abstinência sem fim... Quando falo de livros eu consigo me expressar bem, sei do que estou falando, entendo disso. Não sou especialista, mas entendo e isso me faz bem.

E mais de tudo, eu amo ver os comentários aqui. As visitas novas são sempre bem vindas, mas aqueles que sempre aparecem... Nossa, cada vez que alguém que eu conheço há tempos comenta aqui um panda sorri. Sério. Eu amo ver pessoas que realmente gostam do blog e não só aquelas que voltam porque comentei no blog deles. <3

Mas também houveram motivos pelos quais eu estava cansando... Eu não sou só a Fernanda que lê, só a Fernanda que sempre tem um livro na bolsa. Eu sou mais que isso. Eu amo música e tenho um vício em youtube que vocês não tem noção, covers principalmente. Fotografia, eu amo fotografar e meus livros muitas vezes são o tema dessas fotos, rs. Mas também fotografo outras coisas, pessoas. E até a própria escrita. Eu amo escrever, bobagens, contos, inícios de livros que nunca irão pra frente... Eu sou uma mistura de tudo isso e vou compartilhar com vocês.

O que acham? É uma mudança boa, não? Claro, eu ainda sou a do livro debaixo do braço e nunca vou deixar de falar dos livros, de resenha-los, mas quero mostrar um pouco mais do meu crescimento como pessoa, de gostos, etc. Pode ser bom? A opinião de quem visita o blog pra mim é essencial. Sejam sinceros, por favor, rs.

E me desculpem por todo esse hiatus louco entre os posts! Eu tenho resenhas, só acho grosseiro sair postando sem dar uma satisfação, rs. Mesmo que nem percebam, eu tenho um amor grande por isso aqui tudo :}

Beijos!

6 de dezembro de 2012

Resenha - O Rosto que Precede o Sonho

Oiii :)
Existem livros que lemos e ok. São bons. E existem livros que mudam parte de quem somos. O Rosto que Precede o Sonho foi um desses livros, e, por favor, não me achem exagerada, mas só de lembrar dele meus olhos começam a querer marejar. Eu o peguei pra ler essa manhã e no fim da tarde estava tampando meu rosto com a última página dele, impossível evitar, só parei pra almoçar e pra falar com o povo que chegou em casa, se não tinha terminado ainda no início da tarde. Eu definitivamente não sabia o que me esperava.

O livro conta a história de Tomas Ventura, um músico que mora dentro de um barco em um lago em Brasília. Tomas acabou de ser dispensado pela sua namorada ao descobrir que ela o traía faziam 2 meses e que ela irá noivar com o cara, com isso ele vai para a loja de discos e café do seu amigo Benjamin e os dois começam a beber e falar de música, então uma garota entra na loja. Os dois começam uma pequena batalha sobre quem entende mais de música e ela vai embora, depois de comprar vários discos e um livro, sem dizer seu nome, só com a promessa de voltar a loja na semana seguinte.

Tomas passa a semana inteira ansioso pelo dia, a “garota dos olhos de mel” não saía mais da cabeça dele e quando chega o dia que ela falou que ela voltaria... Ela não volta. Então, em uma festa os dois acabam se reencontrando e a partir daí começa uma amizade daquelas que sabemos que vai acabar em romance.

O livro tem trilha sonora própria, músicas incríveis são citadas durante todas as páginas. Acompanhamos a criação da trilha sonora de um filme por Tomas, conhecemos seus amigos divertidíssimos e que eu gostaria de ter conhecido mais. Cada música é perfeita para os momentos em que aparecem e eu ficava encantada com algumas que aparecia, tanto por conhece-las, ou por achar lindas as letras.

A mulher, que demos descobrimos ser Aurora, é uma fotógrafa que está no país pra fotografar borboletas. Eu estou apaixonada por fotografia e alguns detalhes que são falados no livro me deixaram ainda mais encantada com o livro, rs. Aurora e Tomas têm um romance lindo, daqueles que te deixam totalmente ‘owwwwn’, os diálogos são ágeis, engraçados e fofos! Ri muito com boa parte das conversas de todos. Mas também haviam os momentos sérios e mais tensos, como quando Tomas conta do acidente que matou seus pais e quando Aurora conta sobre a sua mãe.

O fim do livro é rápido, tenso e nos deixa com a pele arrepiada. Minha garganta se fechou e meu estômago pesou. O livro é tão intenso, poderia descrever cada cena com uma reação corporal porque eu me sentia dentro do livro em muitas partes. É um livro fino, mas que te passa tanto sentimento, difícil acreditar. Rs É realmente, como eu comentei no facebook, o melhor trabalho do Maurício Gomyde. Fiquei MUITO feliz de ter a oportunidade de lê-lo, não imaginava tudo o que viria pela frente ^^.

Beijos

2 de dezembro de 2012

Tag - Skoob

Olá amigos, tudo bom?
Quanto tempo que não escrevo pra valer aqui no blog... Tipo, direto na ferramenta, sabe? :) Sinto falta disso! Como falei no post aqui embaixo, da promoção, eu estou estagiando de novo e dessa vez é um daqueles estágios de sonho, sabe? Uma coisa que eu quis muito, pensei muito positivo e... Consegui! 
O que aconteceu... Além do meu currículo, eu mandei -sem querer- o blog junto, na assinatura do e-mail, a coordenadora do estágio viu e gostou muito dele. Nem preciso dizer o quão feliz e lisonjeada eu fiquei né? E meio boba também, porque o destino me ajudou quando eu mandei o blog junto! Enfim, obrigada a todos vocês por me fazerem manter o blog, sem vocês comentando, eu já teria parado tem muito tempo <3 e talvez não tivesse conseguido tão rápido esse estágio!

Agora vamos a Tag. Eu a roubei de algum blog por aí (não fui indicada) e fiz, haha; 
1- Quantos livros você tem na aba LIDO no seu Skoob?
Tenho 134, mas não conto aqueles paradidáticos e que li quando criança, rs.

2- Qual livro você está lendo?
Estou lendo Zumbis x Unicórnios, amando! rs'

3- Quantos livros você tem na aba VOU LER?
195 livros, mas com certeza quero mais ;x Não tenho atualizado muito o skoob :/

4- Você está relendo algum livro no momento?
Não não... Eu comecei a reler O Sonho do Súcubo, mas estava ficando confusa. Não gosto de ler mais de um livro ao mesmo tempo :/

5- Quantos livros já abandonou? Quais são eles?
Eu abandonei 2 livros. Senhor dos Anéis e O Véu, que eu li no computador e no início era bom, mas depois me cansou demais e não aguentei terminar, rs.

6- Quantas resenhas você tem cadastradas no Skoob?
8 resenhas. Tenho muita preguiça de colocar resenhas lá, mesmo sendo rapidinho, deixo pra lá. 

7- Quantos livros avaliados você tem na sua lista?
136, no caso, dois a mais do que eu li, um deles é o O Véu, que eu abandonei, mas como li até a metade mais ou menos, avaliei. E o outro eu tô tentando descobrir pra não cometer uma injustiça né, sei lá que avaliação que eu dei para um livro que não li '-' rs.

8- Na sua aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados?
51 livros, haha. Não, eu não sou exatamente criteriosa nessa hora... É que quando eu gosto muito de um livro marco logo como favorito! rs. Mas pelo menos é menos do que a metade do que eu li :(

9- Quantos livros você tem na aba TENHO?
228. Pois é, mas ainda tenho mais, só que não coloco porque eram da minha mãe e eu sei que boa parte deles eu não vou ler, então só vão ficar ali a toa.

10- Quantos livros você tem na aba DESEJADOS?
66, eu tenho me controlado bastante, hahaha... Eram beeeem mais! Só que também eu não coloco mais séries inteiras, apenas o seguinte ao último de uma série que eu tenha... Então, imagina né. Tem BEM mais! hahahaha ' Triste vida de leitora!

11- Quantos livros emprestados no momento? Quais?
5 ou 6, não está muito atualizado no Skoob. Tem Diários do Vampiro - Reunião Sombria e o primeiro da série O Retorno; Tem A Última Música e a série do Senhor dos Anéis. (Não Gabriel, eles são MEUS, por mais que eu não goste, eu não te dei, ok?)

12- Você quer trocar algum livro? Qual?
Tenho 14, mas o único atual é o Oldar - Da guerra da Traição, os outros são mais antigos.

13- Na aba META quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?
Não marco livros como meta, rs. Gosto de variar muito então nem tento pra não me frustrar! :P

14- Qual seu número no paginômetro?
41.700

15- Qual o link do seu perfil no Skoob?
Clica. Só peço que, caso for adicionar, deixe um recado falando que é daqui do blog e tal, tá bom? ;)

Não vou indicar a Tag pra ninguém, quem quiser pode fazer e depois deixa o link aqui no blog pra eu ler ;)
Beijos, lindos!

30 de novembro de 2012

Promoção - Um é pouco, dois é bom, três é Natal!

Olá queridas pessoas!
Sabe uma coisa que me deixa muito feliz? Ver vocês comentando no blog mesmo que eu não poste nada há séculos! Aí queria primeiramente falar uma coisa nora pra vocês... Consegui outro estágio! Sim! Outro! Ou seja, complicações de novo, mas ainda não vou abandonar o blog, rs. E tenho que acrescentar que o blog teve uma grande participação nessa minha nova conquista :) Obrigada a todos vocês seus lindos <3. Vou me dedicar mais só por isso, haha.

E agora, já entrando no clima natalino, mais uma promoção que eu sei que todo mundo adora, ainda mais nessa época boa de ganhar presentes! rs

Eu e meus blogueiros lindos Gabi, do Livro, Filme e Cia, e Caíque, do Livros, Letras e Metas, iremos sortear três livros para vocês nesse mês de dezembro! Eles serão: Starters, Um Porto Seguro e P.S: Eu te amo. Podia ser melhor? rs'

a Rafflecopter giveaway

(Resenha de Um Porto Seguro)

Observações importantes:


1. Só poderão participar residentes no Brasil ou que possuam um endereço de entrega nacional.

2. Os(as) sorteados(as) terão até 3 dias para responder o e-mail requisitando seu endereço para envio, caso contrário, será realizado um novo sorteio.

3. O envio dos livros é de total responsabilidade dos blogs participantes da promoção, separadamente: o Julgue Pela Capa pelo "P.S.: Eu Te Amo", o Livro, Filme e Cia. pelo "Um Porto Seguro" e o Livros, Letras e Metas pelo "Starters". Cada blogueiro(a) irá contactar o(a) respectivo(a) ganhador(a) de seu livro por e-mail para adquirir seu endereço de envio.

4. Os sorteios serão realizados em até uma semana após o término da promoção e os resultados divulgados nas páginas de cada blog e em suas respectivas redes sociais.

5. Serão contabilizadas as entradas no formulário de 00:00 do dia 1º de dezembro de 2012 até às 23:59 do dia 31 de dezembro de 2012.

6. O banner de divulgação deve ser inserido no seu blog/site através do código que está no formulário. 


7. Quaisquer dúvidas poderão ser sanadas através do e-mail livrosletrasemetas@gmail.com ou livrofilmeecia@yahoo.com.br ou @nandaestrela :) Porque twitter também vale, mesmo que eles tenham preconceito comigo e não me coloquem no blog deles u_u (amo vocês, lindos <3)

8. Os livros serão postados nos Correios até o dia 31 de janeiro de 2013.


9. Somente serão validados os tweets cujos perfis sigam os twitters dos blogs (@blogJPC, @blogLFeC e @blogLLM).


10. Lembre-se de colocar em "Siga os blogs pelo Google Friends Connect" exatamente o nome da conta (seu nome de seguidor) que usa para seguir o blog, a fim de evitar problemas futuros na hora de conferirmos os dados dos ganhadores.


Boa sorte a todos e aproveitem as chances extras para terem um Natal e um Ano Novo repleto de boas leituras!
 

23 de novembro de 2012

Resenha - Romeu Imortal


Olá! Tudo bem galere? Rs’ Espero que sim.
A resenha de hoje vai ser uma daquelas complicadas e chatinhas de fazer, primeiro porque gostei muito do livro e segundo porque já o li tem um tempo e não consegui fazer a resenha até agora, mas vamos lá... Haha. Não vai ter spoilers de Julieta Imortal, ok? Rs’

Se eu tivesse que resumir em apenas uma palavra o livro ‘Romeu Imortal’ com certeza ela seria surpresa. E uma daquelas super boas! Eu tinha adorado Julieta Imortal (Podem ler a resenha aqui.) e não sabia que tinha continuação, quando a notícia saiu fiquei frustrada por ser mais uma “série” na minha vida. Mas enfim, assim que chegou, não me demorei pra lê-lo e fiquei muito feliz!

O título original, que teria como tradução Romeu Redimido, encaixaria perfeitamente nessa história. Quem leu Julieta Imortal deve lembrar do final e agora, no início de Romeu Imortal, Romeu está de volta ao seu corpo original todo putrefato, sentindo os vermes o devorando por dentro e tal *eca*, então a Enfermeira de Julieta aparece e oferece um tipo de redenção pra ele, ele teria que voltar até Ariel (a garota que Julieta protegeu no primeiro livro) usando o corpo de Dylan e faze-la acreditar no amor, após isso, ele se transformaria em um Embaixador da Luz.

Obviamente ele aceita, era uma oportunidade única de poder se livrar de todo o sofrimento que vinha passando. Então Romeu é enviado a uma outra dimensão com a sua missão. O problema é que agora Ariel tem escutado vozes vindas da “escuridão” e Romeu não pode deixar que essas vozes dominem Ariel se não ele fracassará. Mas como ajudá-la sem contar tudo?

Gostei muito mais de Romeu Imortal do que de Julieta Imortal, nesse segundo livro apenas 3 capítulos são narrados pela Julieta e todo o resto pelo Romeu e pela verdadeira Ariel. Sempre acheia a Julieta meio chatinha e tendo menos dela nesse livro, tudo melhorou, rs.

Gemma, a melhor amiga de Ariel aparece bem menos nesse livro e muitas coisas mudam, por ser em outra dimensão, apenas Romeu e Julieta se lembram bem de tudo que aconteceu... Quando eu falo que muitas coisas mudam, é porque são muitas mesmo. Romeu Imortal foi uma grata surpresa pra mim, não esperava tudo isso dele e fiquei totalmente presa a história durante todo o tempo que li. Fiquei feliz demais, de verdade ;)

O final foi muito gracinha, muito muito muito, rs. Mas acho que ainda preferia algo diferente, não me frustrou, mas outra coisa seria melhor. Hmmm... Agora só quero que acabe por aqui né. KKKKK Acho que não tem mais o que fazer, mas com essa situação das dimensões, nunca se sabe o que pode dar na cabeça da Stacey Jay.

Recomendo totalmente :) talvez, se não se incomodar em ficar ligeiramente perdido, você pode ler esse sem ler Julieta Imortal, mas realmente, alguns detalhes são mais interessantes tendo lido, rs.


Beijos.

13 de novembro de 2012

Resenha - Um Porto Seguro + Resultado da Promoção


Mais um livro do Nicholas Sparks pra me deixar sem palavras. Um Porto Seguro ia ser um livro daqueles que eu ia demorar a ler um pouquinho já que tem vários outros livros da NC que eu estou querendo ler aqui e estou toda atrapalhada com a ordem, mas então vi que ia sair o filme no ano que vem e resolvi logo me adiantar na leitura dele.

Katie chega a uma cidadezinha da Carolina do Norte (claro, rs. Eu ainda tenho que visitar esse lugar!) sem dinheiro, sem ter pra onde ir, mas com a sensação de enfim, estar segura. Após conseguir um emprego no restaurante Ivan’s, ela aluga uma casinha pequena em um pequeno fim de mundo e começa a refazer sua vida. Até o momento, ninguém sabe do passado dela e esse mistério que nos segura mais no início do livro.

Alex é dono de um mercado nessa mesma cidade e vive com seus dois filhos, sua esposa, Carly, faleceu há alguns anos. As crianças, Josh e Kristen, são as coisinhas mais fofas do mundo, queria apertá-las o tempo todo *-----* kkkkk. Logo Alex e Katie passam a ser amigos, e ela ganha uma nova vizinha, Jo, que faz aquele papel da amiga divertida e que põe pra cima. Amei a Jo, mesmo no início a achando meio intrometida ><.

Os dois, Alex e Katie, acabam começando um romance e você começa a se perguntar quando finalmente vai descobrir o segredo dela, afinal, a vida estava perfeita demais. Então conhecemos Kevin, o marido de Katie e tudo começa a desenrolar. A história, antes narrada em terceira pessoa com foco só em Alex ou Katie, passa a ser narrada por Kevin também e ele se mostra um homem doentio e asqueroso, mas um vilão do Nicholas que eu consigo odiar! Rs.

Sobre questões “técnicas” não tenho muito que falar... Como uma fã louca por Nicholas Sparks eu acho a narrativa perfeita, a diagramação é simples e uma gracinha, Novo Conceito sempre acerta! E enfim, sem erros nem nada... Mais um livro perfeito de um dos meus autores favoritos *-* A capa que combina bem com a história, gostei bastante... Super recomendado para quem curte ação, mistérios e principalmente ROMANCE.

8 de novembro de 2012

Especial - Abaixo-assinado

Olá bookaholics!
Espero que esteja tudo bem com vocês, até mesmo porque venho pedir mais uma vez desculpas por esse rombo imenso entre o último post e o de hoje, sei que foi uma coisa enorme e hoje ainda venho aqui pra pedir um favor. Abusada né? :(
Mas enfim, é um favor que muito tem a ver com o que gostamos: Cultura. Livros são cultura e não importa do que fale, bom ou ruim, alguma coisa ele te acrescenta, nem que seja "coisas que não devo fazer em um texto", e por isso acho que não sou só eu que acho que todos devem ter acesso a ela.

Pois bem: Era uma vez uma Unidade de Extensividade... Um lugar do governo onde os estudantes aumentavam sua carga de estudo aprendendo artes, faziam esportes e oficinas de educação pelo trabalho. Todos eram felizes e mesmo com as dificuldades normais de todo colégio, levavam suas vidas distribuindo cultura e, pelo menos tentando, fazer um mundo melhor com as crianças de hoje. Então, o governo resolveu acabar com isso.

  

Eu nunca tive nenhum contato com esse lugar, mas uma amiga minha, a Carol Cunha, estudou lá e ela é uma pessoa maravilhosa. Se esse lugar tem algum tipo de influência nas pessoas, o que acredito que a arte e a cultura sempre fazem, acho que é importante continuar existindo. Quer dizer, por que acabar se tem estudantes dispostos a estar lá para aprender?

Então gente linda, pessoas cultas da internet... Está rolando um abaixo-assinado para que a prefeitura não acabe com essa unidade de extensividade. É muito rápido, quem nunca assinou alguma petição online vai ver só, não precisa de nenhum dado absurdo nem nada, só nome, CEP e e-mail são necessários. Depois de assinar, você recebe um e-mail de confirmação, só clicar no link e pronto, confirmado, acabou. Você acabou de ajudar pessoas a manter aberto um local onde as pessoas se dedicam a coisas boas.

Você pode assinar clicando AQUI. Precisamos de 5.000 assinaturas, eu não estou a frente de nada, só querendo ajudar mesmo, então... O que custa? Vamos vamos, cliquem, assinem *-*


Obrigada a vocês que leram e mais ainda a vocês que assinaram! E enfim, desculpem por estar postando tão pouco no blog, inspiração tem me faltado um pouco, rs. E são tantos textos pra escrever pra faculdade que o mínimo de inspiração que aparece vai pra eles :( sorry guys, amo vocês!

Beijos

30 de outubro de 2012

Resenha - Um romântico Incorrigível

Olá amores, tudo bom? =)
O livro da vez é Um romântico Incorrigível, de Devan Sipher, lançado pela Verus. Quando vi a sinopse dele fiquei doida pra ler na hora, sabe, eu faço jornalismo e o personagem principal é Gavin Greene, um jornalista que escreve sobre casamentos para o maior jornal do país. O que me chamou atenção de cara, foi o fato de ser narrado por um personagem masculino, acho que li poucos livros narrados somente por homens, e enfim, soube na hora que precisava conhecer melhor essa história com cara de comédia romântica.

Gavin não é casado, acha que já está passando da idade pra isso e ainda tem que viver falando de casamentos. Em um ano novo, ele vai para uma festa e conhece Melinda, e se apaixona por ela de cara, mas não consegue falar nada, nem pedir seu telefone e nem descobrir seu sobrenome antes dela desaparecer da festa.

Se você espera um romance fofo e açúcar, pode esquecer, durante o livro entramos em uma busca muito louca e engraçada de Gavin por Melinda, usando os mínimos detalhes que ele se lembra sobre as coisas que eles conversaram na festa. Ele encontra algumas Melindas, e essas são ótimas cenas porque nenhuma delas acaba sendo a sua Melinda, mas Gavin não desiste.

Em meio a sua procura, Gavin ainda tem que se mostrar “o” eficiente do trabalho, para evitar fazer parte do grupo que está sendo cortado do jornal por conta de uma crise. E isso quer dizer, continuar escrevendo mais e mais sobre casamentos de uma forma doce e isso sem conseguir, ele mesmo, realizar a sua própria história de amor.

24 de outubro de 2012

Batalha de Capas #4

Olá amorzinhos, tudo bom? *-*
Mais uma batalha de capas super fofa pra vocês, espero que curtam os livros que vou postar hoje, mas principalmente as capas deles :D E votem! 
Dessa vez o único dos livros citados eu li foi o Química Perfeita (Terminei ontem!), os outros só conheço mesmo a sinopse, a opinião está total indo pela intuição, então, se você leu por favor me fale se a capas condizem a história ;).

- Feita de Fumaça e Osso (Laini Taylor)

Brasil Alemanha - Itália
  
A brasileira desse livro já é maravilhosa, pessoalmente é ainda mais bonita, as cores são bem fortes e chamativas *-* Acho que é super a cara do livro. Mas a da Alemanha e da Itália dão um show! Eu sou apaixonada por boa parte das capas italianas, meio que idolatro os capistas de lá, com essa não foi diferente, rs. A Alemã é muito bonita... No fim das contas, amei as três, acho que todas deveriam ser lançadas aqui, haha.

- Delírio (Lauren Oliver)

Brasileira - Americana - Húngara 
  
Tenho bastante curiosidade sobre esse livro, mas nunca foi uma prioridade na minha vida... Acho que todo mundo que acompanha um pouco o blog deve saber que eu não curto capas com rostos, portanto a Americana, apesar de até ser bonita, não me agradou tanto. A Húngara já esconde mais o rosto e gostei mais, achei mais delicada, sei lá... A brasileira eu só gosto pessoalmente, antes de ver o livro ao vivo tinha achado feia a capa , mas depois que peguei nas mãos gostei bem mais :)

- Química Perfeita (Simone Elkeles)


Brasileira - Espanhola - Irlandesa
  
E agora eu vou me contradizer. Acabei de falar acima que não gosto de capas com rostos, mas a capa brasileira desse livro dá um show em todas as outras que já vi dele. Não são os personagens exatamente como imagino, mas ainda assim é linda demais! Acho a espanhola feia, ponto. A Irlandesa é bem gracinha e passa bem a "vibe" do livro. *-* Ainda estou apaixonada por esse livro, terminei nessa madrugada e nem consegui fazer a resenha ainda, muito amor, muito amor! rs.

Espero que tenham curtido as capas, eu gostei especialmente de fazer esse porque tinham muitas capas lindas pra escolher *-* haha...
Beijos,

18 de outubro de 2012

Promoção - Você escolhe!

Olá! Tudo bom?

Nossa, fazia tempos que eu não postava uma promoção aqui no blog :(. Mas depois que saí do estágio de novo fica complicado os gastos com os envios, até porque, aparentemente, os correios estão aumentando o preço do módico (Só eu que acho isso?). E a agência que eu enviava fechou... Daí né...*cry*.
Mas vamos ao que interessa! Resolvi fazer uma promoção e como tem livro a rodo acumulado aqui em casa, vou deixar vocês escolherem o que querem ganhar, ok? ;) Mas teremos opções, porque né, vocês sabem beeeem quem que manda sempre livros para mim e para vocês, daí é quase tudo deles.

 
Garotas de Vidro vem com uma necessaire 

14 de outubro de 2012

Resenha - O Diário de Jack, o Estripador


Olá queridos, tudo bom? (:
A resenha de hoje é de um livro um pouco diferente de tudo que eu leio, e acredito que do que vocês lêem também. Iremos falar do livro “O Diário de Jack, o Estripador”, da autora Shirley Harrison, lançado e cedido pela Universo dos Livros.

Quando vi o livro a primeira vez, achei que fosse uma ficção contando detalhes tirados da cabeça da autora sobre como teria sido a vida e a cabeça do famoso Jack, o estripador, homem que matou e estripou (dã) cinco mulheres nos anos de 1888/1889 na Inglaterra. Mas na verdade eu estava muito enganada. Assim que comecei a leitura percebi que era algo diferente, o diário, que é real, foi enviado para a autora para que fosse publicado, mas se tudo fosse simples assim, o livro não existiria.

Acompanhei durante as 504 páginas do livro uma imensa busca pela prova –ou não- de que o diário era um artigo verdadeiro, de que realmente teria sido escrito pelo próprio Jack, que na verdade seria James Maybrick, um homem respeitoso e gentil da era vitoriana que atraía prostitutas e depois as matava de formas violentas.

Durante todo o livro são explicados testes que são feitos, comparações, inúmeros especialistas contatados, denúncias, jornais que acusam a autora de falsificação, ou o diário em si de ser uma falsificação moderna, ou antiga. Testes com o papel, com a caligrafia de cartas enviadas por Jack como o estripador e por James Maybrick, com substâncias químicas e muitos outros. Até o horóscopo de James fizeram para saber se os astros indicavam que ele poderia ser o assassino (não que fossem se apoiar nisso).

8 de outubro de 2012

Resenha - A Culpa é das Estrelas


Vou logo dizendo… Já estou com os olhos cheios d’água só de começar a escrever a resenha… E assim eu passei boa parte desse livro, ACEDE (A Culpa é das Estrela) se resume perfeitamente ao comentário de Markus Zusak (Autor de A Menina que roubava Livros) que colocaram na capa: “Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais”. Pois foi assim que me senti ao virar a última página do livro e ver a palavra Agradecimentos lá invés de um novo capítulo começando.

Primeiro, teve uma música que me guiou durante a leitura, não é exatamente a cara deles, mas é tão terrivelmente doce que eu fico com mais vontade ainda de chorar só de escutar ela e me lembrar do livro. É “A Thousand Years” da Christina Perri, se puder...


Bom... A história é narrada por Hazel Grace, uma garota de 16 anos que tem câncer e sabe conviver com isso. Seus pulmões vivem cheios d’água e ela tem que estar sempre carregando um cilindro de oxigênio pra onde vai (O Felipe, ela diz que tem cara de Felipe, rs). A mãe de Hazel a obriga a ir a um Grupo de Apoio para pessoas com câncer e ela detesta, mas lá tem uma relação divertida com Isaac, um garoto com câncer ocular e que também não curte nada os encontros. Mas em uma das reuniões, Isaac leva Augustus Waters para ver se curte o grupo. E bom, a partir daí ele e Hazel começam a ficar amigos daí é a hora que você pensa “Rá romance”. Sim. Mas é diferente de tudo que já li, mesmo.

Bom, eu, meu irmão e o câncer temos uma relação curiosa. A doença é tão ingrata que virou piada pra gente! Mas não me leve a mal, sei que é triste... Só vi nela uma forma de “rir pra não chorar”. Não tenho câncer, antes que pense isso .-. KKKKKKKKKKK’ Bom, por que falei isso... Augustus e Hazel tem essa relação assim, eles tem câncer e mesmo assim tiram sarro das pessoas das reuniões e até mesmo das dificuldades que eles mesmos tem por conta do câncer, e isso me conquistou de uma forma sem igual, rs.

Hazel é apaixonada pelo livro "Uma aflição Imperial", “não tem final” (quantas aspas...), ela faz Augustus ler o livro e acaba ficando obcecado pela descoberta desse final também, e juntos os dois começam uma busca pelo autor, pelo final, enfim. E nesse meio tempo, sim, eles se apaixonam e é a coisa mais doce que já vi na vida. Não é meloso, é doce, é apaixonante, te faz suspirar e sorrir. Me fez chorar no ônibus e não, isso nunca tinha acontecido.

Eu queria contar pra vocês cada coisa desse livro, cada pedacinho aqui me parece muito importante, parece que está sempre faltando algo, mas assim são as resenhas dos livros que amamos, né? ACEDE me deixou sem ar (Okay Hazel, juro que não farei mais essa piada), sorrindo e depois querendo tirar meu coração fora, não estou exagerando.

Realmente não sei como terminar a resenha... Pra mim ela está tão incompleta, não passa nada do livro... Eu só peço a vocês, leiam, de verdade, é um livro muito muito muito especial, de verdade e se você tem um coração, você vai amá-lo :).

Eu não estava preparada para ele acabar e antes que ache que ele termina como o livro que a Hazel gosta, sem fim, não, ele tem fim, mas eu não me preparei psicologicamente para ele, nem um pouquinho. Na verdade fiquei muito mal quando acabou, por simplesmente não ter mais ele pra ler. Eu recomendo para todos, todos, todos. Não importa se não gosta do tipo, leia, acredite, John Green vai te fazer gostar!!!

Okay.

4 de outubro de 2012

Batalha de Capas #3

OOOI! Tudo bom? 
Olha que lindo eu postando coisas que não são resenhas *-* rs' saudades! :))' Estava me sentindo bem mal postando só resenha direto e não me dedicando de nenhum jeito ao blog, então hoje resolvi fazer algo melhorzinho, e acho que uma Batalha de Capas é sempre divertido, eu pelo menos me divirto procurando, kkkkkkkkk'

Mas vamos às notícias antes... Saí do estágio :( ok. carinha triste não é exatamente o sentimento, precisava mesmo sair, não estava conseguindo estudar nem ter tempo pra nada, então saí e agora tenho bastante tempo. Apesar de estar estudando bem mais pra compensar tudo o que não estava conseguindo antes. Mas de qualquer forma, vou ser mais frequente no blog agora! Weeeee! hahaha... Agora, battleeeeeee ! 

Ladrão de Almas

Original - Polônia - Brasil
  
Me lembro direitinho da primeira vez que vi a capa no facebook da Novo Conceito, quase morri de tão linda que achei que era, e realmente, é perfeita não? *-* Ficou entre as minhas favoritas que eu encontrei e está aqui pra vocês falarem qual mais gostaram :). A original é fantástica também, achei super diferente e bem feita! A polonesa eu gostei, não tanto quando das outras, mas gostei e me lembrou muito a capa de Amada Imortal.

29 de setembro de 2012

Resenha - Beijada por um Anjo #5 - Revelações


Aaaah amores! Que saudade gente, eu amo tanto esse blog e ficar esse tempo todo sem conseguir postar nele chega a doer :/ Dá uma saudade imeeensa! rs' Eu não faço de propósito, sabem o quão atolada eu tenho estado :'( Então, mais uma vez -e começando a ficar repetitiva- peço desculpas pra vocês, de verdade (yn)!

Eu não esperava me viciar em Beijada por um Anjo. Depois da minha leve decepção com os três primeiros livros da série e o bom surgimento do quarto livro, eu achava que se manteria assim, uma série mediana, razoável. E por isso “Revelações”, o quinto livro da série, estava guardado na minha prateleira tem séculos. Daí eu resolvi pegar pra ler e caramba... Não, eu não vou dizer que me arrependo de não ter feito isso antes, mas só porque está clichê já ;)

Nesse livro eu percebi um verdadeiro amadurecimento da escrita de Elizabeth, apesar de “Destinos Cruzados” ter sido uma surpresa maravilhosa, não esperava que o quinto livro fosse ainda melhor. A dose certa de mistério tomou conta do livro e então a série, na minha opinião, se encontrou, deixou de ser um romance meio capenga, para ser uma história de mistério com romance.

O final do quarto livro foi bem tenso e este conseguiu me deixar mais tranquila inicialmente (ou não, porque ele respondeu minhas perguntas e enfim... não que tenha sido bom), e depois acabou com cada pedacinho do meu coração a cada virada de página. Ivy, Beth e Will continuam na pousada da tia da Beth ajudando durante o verão e agora o livro foca bem mais na Ivy e graças ao bom pai, ela não está nem de longe tão chata quanto era.

Gregory realmente possuiu o corpo de Beth, isso é mostrado não muito após o início do livro, e agora “ela“ quer matar Ivy, porém, quando Beth está consciente, está sempre tentando se afastar e se controlar mais, ela sabe bem o que está acontecendo e não quer machucar sua amiga de forma alguma, é uma parte do livro bem bacana, toda essa amizade entre elas se mostrou ainda mais forte durante a passagem desse livro.

No outro núcleo do livro, temos Ivy com Luke, que ainda estávamos em dúvida se seria mesmo ou não o Tristan... Hm, não vou contar isso pra vocês, rs. Acho que é uma das melhores partes do livro, todas a em que eles dois estão... São muitas descobertas, muitas “revelações” mesmo *-*. Eu fiquei louca com esse livro... Todas as investigações e etc, foi tudo muito muito muito inteligente!

Fiquei feliz de ver o quanto a série melhorou ao longo desse tempo e agora espero que o próximo e último livro da série saia logo! ò/

Beijos

24 de setembro de 2012

Tag - Você é o que você lê? & Doenças Literárias

Oláaa! Sim, eu estou viva, rá! 
Mil perdões pessoas lindas que ainda acreditam que eu vá postar... Sabem que eu faria isso com muito mais frequência se eu estivesse com tempo... Mas é tanta coisa, vivo com neosaldina na bolsa agora, hahaha ...
Bom, vou postar hoje duas tags que a Gêe, do Alma Leitora, me indicou e eu achei ótimos! :)

Regras:
1. Colocar o banner.
2. Responder as perguntas.
3. No final do meme, indicar 5 blogs para fazer o mesmo.
4. Linkar quem te indicou.

1. Qual o seu gênero favorito?

Hm, eu fico muito em dúvida entre fantasia e romances. Amo os dois, e quando estão juntos, mais ainda, rs. Mas acho que fico com romances, haha... 

2. Com qual personagem você mais se identifica?
Essa é difícil, mas acho que quando conheci a Nora, de Hush Hush, me vi muito nela, rs. Tanto o jeito como fisicamente, é acho que me identifico com a Nora *-*. Juro que não sou chata como ela... Sempre.

3. Se você fosse um escritor você seria...
KKKK, Eu sei que não seria o Nicholas Sparks porque me apego demais aos personagens que eu crio, haha. Não sei quem eu seria, mas eu gostaria muiito de ser a Richelle Mead. Não preciso falar de novo da minha idolatria por Georgina Kincaid Serie, né?

 4. Blogs indicados:
Quem quiser, pode pegar rs!




1. Diabetes: um livro muito doce: A Culpa é das Estrelas - John Green 
2. Catapora: um livro que você leu e não lerá de novo:  Oldar
3. Ciclo Menstrual: um livro que você relê constantemente: Desde que comecei o blog tem sido difícil reler um livro, mas um que eu li várias vezes foi A menina que roubava livros - Markus Zusak
4. Gripe: um livro que se espalhou como vírus: Jogos Vorazes! Ainda tem dúvida? Hahaha
5. Asma: um livro que tirou seu fôlego: Menina Morta-Viva - Elizabeth Scott
6. Insônia: um livro que tirou o sono: A Esperança - Suzanne Collins. Gostei mais de Em Chamas, mas A Esperança me fazia, literalmente, deixar de dormir pra ficar lendo.
7. Amnésia: um livro que você não se lembra muito bem: Relações de Sangue - Martha Argel
8. Má nutrição: um livro que faltou conteúdo para reflexão: Não me vem nenhum a cabeça agora :/
9. Doenças de viagem: um livro que leva para outra época/mundo/lugar: A Menina que Roubava Livros - Makus Zusak (L); Anjo Mecânico - Cassandra Clare


Espero que tenham gostado :D
Beijos